Estilo ativo de vida

© Thaís Moura

© Thaís Moura

Olá, sou a Thais. Me formei pela PUC (Campinas) em 2005. Trabalhei com Educação Física escolar e como personal trainer, até que deixei a escola para me dedicar à segunda modalidade. E isso faz 9 anos. 

Continuei estudando na Unicamp, Pedagogia do Esporte Escolar, específico para o ano em que trabalhei com Educação Física escolar e muito útil e presente até hoje, no modo exercício ou jogo para todos os perfis de pessoas. 

Até a especialização seguinte, na Unifesp, em Exercício como Terapêutica na Clínica Médica, fiz cursos práticos, na Fitness Brasil (pilates solo, certificação AEA, personal training), na Idea Fit de Los Angeles (trigger points e biomecânica, baby boomers, funcional, boot camp, Bosu, TRX), e o curso de primeiros socorros da Cruz Vermelha.

Foi com o pessoal da Gaff do RJ que me formei no método precursor em treinamento funcional, o FMS.  

Pedalo diariamente como meio de transporte, e isso estimula naturalmente clientes e amigos a favor do estilo de vida ativo. 

Desde o começo a propaganda sobre o meu trabalho foi por intermédio de pessoas satisfeitas com o oferecido: aulas em casa ou ao ar livre, com o peso do corpo, equipamentos que carrego comigo e o que mais o espaço ofereça (aclives, declives, escadas, bancos, diferentes superfícies: terra, grama, asfalto, areia, concreto). 

Faço um estudo para saber do que se gosta e o que se precisa para elaborar os programas. As avaliações são qualitativas e estimulam a percepção subjetiva do esforço, o que sugere bom auto conhecimento para muito além de se fixar atividades de uma hora e duas vezes por semana.

Os casos mais recentes trabalhados foram de obesidade, comorbidades, doenças relacionadas ao estresse e câncer. Todos beneficiados pelo efeito antiinflamatório do exercício.

Além de pedalar diariamente, já fui atleta amadora de ciclismo de estrada, triatlo e squash;  pratico vários esportes para conhecer e me divertir, mas caminhada, corrida, natação e exercícios funcionais são cotidianos. 

Quer saber mais sobre o meu método de trabalho? Então siga por aqui.

 

Com a palavra, quem já experimentou

Gê Marques

A dsiciplina, para atividade física em minha vida, sempre foi uma dificuldade muito grande. Quando eu comecei a fazer este trabalho de personal com a Thaís, eu descobrir que é possível fazer sem ser um "fardo", e gerando um bem estar muito grande.

Pra mim, conseguir incluir a atividade física em minha vida, como rotina, foi um ganho muito grande, e principalmente, poder ver de uma forma saudável e gostosa!

 

Diana Assennato Botello

Quando procurei a Thaís, queria que ela fosse um suporte para uma mudança de vida que eu estava procurando, mas o que ela me ofereceu foi muito mais do que isso: ela me ofereceu um caminho real, tangível e possível para incluir o exercício de forma prazerosa e ao mesmo tempo transformadora no meu dia-a-dia. 

O método da Thaís é muito maior até do que ela imagina, e com ele tenho aprendido não só os limites (subestimados!) do meu corpo, mas também a ouvir as mensagens que ele me passa de uma maneira funcional, e não pontual. 

Desde que comecei a tê-la como minha coach, tenho tentado entender porque DESSA VEZ o meu empenho é consistente, porque ainda não desisti, como nas dezenas de tentativas de frequentar uma academia ao longo da minha vida, e acho que a resposta está exatamente nela. Mesmo à distância, Thaís observa, ouve, pergunta, acompanha com o interesse de quem manja muito do que faz e que vê em cada novo aluno uma possibilidade de se melhorar como profissional. Ela quer saber como você se sente, e não se alguma parte do corpo está doendo. Ela quer saber se você está se divertindo, não quantos centímetros de bunda você perdeu. 

A cada nova planilha eu vejo refletida a minha vivência do mês anterior, o olhar dela sobre o meu desempenho, as conclusões de uma pessoa que estuda, pensa e age para trazer o bem-estar para a vida dos outros. 

A Thaís é apaixonada pelo que faz e isso é muito claro, mas também é humilde para entender que não existe um corpo igual ao outro, e que a riqueza está em entender essas nuances e fazer elas trabalharem a favor do seu trabalho. 

UMA GÊNIA!

 

Tamara Prior

Seja para atletas ou para quem busca bem-estar físico e mental (como se fosse possível essa dissociação), as atividades físicas não precisam significar sofrimento e não-aceitação de si. Pode ser totalmente o contrário. E por trás do lúdico, há muito conhecimento científico, garanto! Com o trabalho que eu, meu pai e minha mãe fizemos com Dona Thais neste último ano, redescobrimos essas coisas preciosas e muito mais. Isso, galera, é o que chamamos de cuidados em saúde. Os resultados são imensuráveis! (Ok, sem tanto romantismo, afinal, bem-estar deixa todo mundo mais bonito. E mais gostosos :-p)

 

TATIANA & FABRICIO TAKAHASHI

 

Ontem corremos nossos primeiros 10k. Não doeu e estava bem longe de ser sofrido. Pelo contrário, corremos ao longo desses quilômetros muito felizes, dando risada, fazendo piada, observando nossas novas companhias ao redor. Contamos juntos cada quilômetro que faltava e, no fim, uma sensação de felicidade e alívio de termos chegado lá. Eu, particularmente, vi o Fabricio super animado em correr sua primeira prova e isso nao tem preço. Foi uma bela forma de comemorarmos nossa boda de papel.

Queria deixar registrado aqui nossa experiência de ontem, pois dificilmente ela teria acontecido sem o seu coach. Colocamos nossa meta e a cumprimos mas o mais importante foi o como. Sempre com calma, respeito ao corpo e sim muita disciplina. Adoramos a forma como você faz tudo isso e conseguiu através do seu método colocar o esporte de fato como a coisa que hoje faz parte de nossas vidas.

 

Muito obrigada!!

 

Beijos nossos