Para saber se funciona, basta experimentar

 © Thais Moura

© Thais Moura

Toda vez que alguém conversa comigo sobre os efeitos dos exercícios, se e como funcionam, existe uma regra que é geral: 

tudo o que você repetir, vai implicar em alguma resposta do organismo.

Duas vezes por semana, três ou todos os dias?

Meia hora funciona ou só adianta se forem três?!

E o exercício, caminho ou corro? Aparelhos de musculação ou peso do corpo? 

Aulas acompanhadas ou sozinha eu dou conta?

Voilá, tudo isso é muito interessante.

As respostas, se forem as mais naturais possíveis, vão trazer os mais naturais resultados.

A frequência, o tempo por dia, o tipo de exercício e se acompanhado ou não, vão depender da sua experiência, vontade e objetivos. 

 

Uma amiga quis experimentar o treino à distância. Vai para o quarto mês. Faz os exercícios sozinha em casa, que progrediram em dificuldade de modo suave para que acompanhasse com prazer, e que foram relacionados especialmente para ela, de acordo justamente com sua experiência, vontade e objetivos. 

 

Hoje me escreveu assim:

Oi, Thaís!

Estou te escrevendo para dizer que estou começando a notar (e não só eu, meu marido também notou e comentou!) mudanças visíveis no meu corpo na "distribuição da massa corporal"! Digo "distribuição" porque, na realidade, meu peso não mudou em nada, mas claramente, meu corpo está começando a "firmar" mais e a criar músculos no lugar de flacidez e gordura. Isso é ótimo! Estou adorando.

 

Fico super contente de receber essas mensagens, e de saber que o exercício está fazendo bem!

Um viva à ela que ouviu seu corpo com carinho e não ignorou, e a todos que fazem o mesmo. 

Musculação, corrida, natação, ciclismo, ginásticas n, do que você gosta? O que você quer? 

Ouça, experimente e descubra.